Sustentabilidade na Construção Civil

Sustentabilidade na Construção Civil – Materiais e Benefícios

Em meio a tantos debates e manifestos referente a sustentabilidade em empresas, mercados e demais produtos, onde fica a sustentabilidade na construção civil? Diferente do que pensamos construir uma casa pode ser mais sustentável e agredir menos ao meio ambiente. Imagine, por exemplo, um isolamento de som feito com pneus reciclados? Sim, é possível. E tem tantas outras ferramentas e produtos usados nas construções civis que é impossível não ser sustentável ao construir uma casa ou um prédio.

O que vem causando esse aumento da discussão dos problemas ambientais causados pela construção civil vem dos resíduos deixados pelas obras, que representa cinco vezes mais que os resíduos deixados por muitos dos produtos fabricados. Outro fator que merece ser levado em pauta é o grande desperdício de energia elétrica e água. Trocar a energia elétrica por energia solar é só uma das muitas alternativas que podem ser tomadas na construção civil. Ainda temos o uso de tintas se solvente que acaba agredindo menos o meio ambiente.

Lógico que em uma construção, não devemos deixar de usar toda a tecnologia que o mundo nos fornece, e sempre atendendo a necessidade dos usuários dessa construção, porém hoje em dia já temos diversas opções de materias sustentáveis para a construção.

Podemos deixar claro, que uma construção sustentável, não é apenas favorável ao meio ambiente, e sim, favorável também em aspectos sociais e econômicos. Uma construção mais sustentável pode trazer uma maior economia e um bom aumento de publicidade. Afinal, dizer que algo é sustentável garante uma grande salva de palmas de diversos ambientalistas e críticos ambientais.

São varias as categorias que uma construção civil pode se encaixar para ser sustentável. Pode ser uma construção com materiais sustentáveis industriais, que seria basicamente adquirir produtos sustentáveis fabricados industrialmente, sempre respeitando a legislação, uma construção com materiais de reuso, que irá reutilizar materiais reciclados, como por exemplo, o isolamento acústico citado anteriormente, e por fim a construção natural que é que mais se aproxima da natureza, onde são usados materiais localizados no local da obra como terra, areia, madeira, e outros.

Essas mudanças devem ir além de sugestões e opiniões de ambientalistas. Aderir a essas mudanças causará um grande avanço no país se baseando na sustentabilidade, além de vários outros benefícios. A preocupação com a sustentabilidade deve ser enorme, pois é o nosso mundo em questão. A construção civil sustentável é apenas um dos muitos meios de combater o aquecimento global e outras questões ambientes sendo tratadas atualmente. Você pode construir ecologicamente correto com a construção civil sustentável e ainda sair em vantagem por questões econômicas, sociais e ambientais.

Sustentabilidade – O que é

O que é Sustentabilidade

Ultimamente, muito se tem ouvido sobre a palavra ‘sustentabilidade’, porém nem todos entendem o verdadeiro significado do o que é sustentabilidade. E é por isso que fazemos este artigo explicativo, para que você possa entender de forma ampla o verdadeiro significado da sustentabilidade.

O conceito da Sustentabilidade é que a sociedade humana deve garantir a continuidade dos recursos do meio ambiente nos aspectos sociais, econômicos, ambientais e culturais.

Mas, e o que tudo isso significa na prática?

Na prática, sustentabilidade é uma palavra que representa a promoção da exploração de determinadas áreas ou o até mesmo o uso de recursos do planeta, sendo esses recursos naturais ou não, de forma que se possa tentar não prejudicar o equilíbrio entre o meio ambiente e as comunidades humanas ao máximo possível, levando em consideração toda a biosfera que dele necessita para poder existir. Pode até parecer um conceito um tanto difícil de ser implementado, que em muitos casos, é economicamente inviável. Porém, não é desta forma que as coisas funcionam. Até mesmo nas atividades humanas que impõem um grande impacto no meio ambiente, como a extração vegetal, a agricultura em larga escala, ou a mineração, a extração vegetal, a agricultura em larga escala, a fabricação de papel e celulose e todas as outras. A aplicação de algumas práticas sustentáveis em empreendimentos desta área revelou-se economicamente viável, e em muitos destes casos trouxe um verdadeiro fôlego financeiro.

Desta forma, todas as ideias de projetos empresariais, que de alguma forma atendam aos parâmetros de sustentabilidade, começaram a expandir-se e a espalhar-se por vários e vários lugares antes degradados do planeta. Muitas comunidades em todo o mundo viviam sofrendo com doenças de todos os tipos, doenças que seriam provocadas por indústrias poluidoras instaladas nas proximidades, viram sua qualidade de vida começar a recuperar-se aos poucos e melhorar ao longo do desenvolvimento de tais projetos sustentáveis. Da mesma maneira, áreas que há algum tempo atrás eram consideradas verdadeiramente extrativistas e que estavam sendo condenadas ao extermínio por determinadas práticas predatórias, hoje tem uma chance enorme de se recuperarem após a incrível adoção de projetos de exploração com fundamentos sólidos e inteligentes na sustentabilidade e na viabilidade de uma exploração não predatória dos recursos disponíveis no meio ambiente. Desta mesma forma, cuidando para que o houvesse o envolvimento das comunidades viventes nas regiões destas proximidades fosse total e que elas pudessem ganhar algo com tudo isso – todos são beneficiados e tentam cuidar para que os projetos atinjam o sucesso esperado.

Também é importante levar em consideração a exploração e a extração de recursos com mais eficiência e rapidez, ter a garantia das possibilidades de recuperação das áreas que já estão degradadas é a chave para que a sustentabilidade seja uma prática realmente exitosa e aplicada com muito mais frequência aos grandes empreendimentos. Preencher as necessidades humanas com recursos naturais e tentar garantir a continuidade da biodiversidade local; além de manter, e melhorar, a qualidade de vida das pessoas inclusas nas áreas de extração desses recursos é um desafio que deve ser vencido todos os dias. É muito importante recordar da importância das autoridades neste processo.

Para simplificar, podemos afirmar que a tentativa de garantir a sustentabilidade de um projeto ou de uma região determinada, é dar garantias de que mesmo explorando esta área, a mesma continuará a prover recursos eficientemente, garantindo o bem estar econômico e social para as pessoas que vivem nestas regiões por várias e várias gerações. Manter a força vital e a capacidade de regeneração mesmo diante da ação contínua e da presença atuante da mão humana.

Agindo desta forma, é possível fazer do nosso país e do nosso planeta um lugar sustentável, além de prover qualidade de vida para as pessoas que aqui vivem. Não deixe de fazer sua parte!

Arquitetura Sustentável

Projetos de Arquitetura Sustentável no Brasil e no Mundo

A Arquitetura Sustentável trata-se de um processo que está em constante evolução e que visa estratégias inovadoras junto à tecnologia com o objetivo de trazer cada vez mais melhorias na qualidade de vida do cotidiano do ser humano. A Arquitetura Sustentável já está sendo bastante utilizada no Brasil. Vamos conhecer mais sobre esse projeto de arquitetura que vai ser bastante utilizado daqui pra frente nas construções de todo o planeta.

A abordagem da Arquitetura Sustentável envolve principalmente: o aproveitamento de estruturas que já existem, manutenção e construção envolvendo eficiência energética, materiais específicos para utilização, além da proteção dos contornos naturais envolvendo todo um planejamento territorial.

A arquitetura sustentável se aproveita de vários recursos vindo das idéias da sustentabilidade, como usar materiais que são considerados ecologicamente corretos. O seu objetivo final está em criar projetos sustentáveis que harmonize a obra e seu processo de construção ao meio ambiente pretendendo, assim, evitar agressões que são desnecessárias para o ambiente em cada um dos passos. A arquitetura sustentável acaba por aperfeiçoar os processos da construção, fazendo com que resíduos resultantes sejam reduzidos, e com isso os consumos energéticos do edifício são diminuídos.

Outra característica da arquitetura sustentável é que ela é projetada pensando o nível de conforto térmico, assim como a qualidade do ar adequado de uma construção. Isso reduz a necessidade de uso de sistemas de ventilação e em casos opostos o uso de aquecimentos artificiais.

Existem diversas estratégias que faz de um projeto de arquitetura de fato sustentável. A água para consumo humano em um edifício sustentável, por exemplo, deve ser utilizada de uma forma econômica para que seja evitado o seu desperdício. Algumas alternativas já são usadas como chuveiros e torneiras com equipamentos que reduzem o consumo, através de sensores ou temporizadores. Já em relação ao consumo de energia, a Energia Solar é bastante utilizada em projetos de arquitetura sustentável e já podemos notar isso até em pequenas residências no Brasil e no mundo e a tendência é cada vez aumentar a utilização dessas técnicas.